ORGANIZAÇÃO

Arquidiocese de Braga

Município de Braga

Irmandade de Santa Cruz

Santa Casa da Misericórdia de Braga

 

PATROCINADORES

Luís Rufo consultoria

AOF

KAIROS

Schmitt + Sohn elevadores

AGERE

Cabido da Sé de Braga

Direção Regional de Cultura Norte

União de Freguesias de Maximinos-Sé-Cividade

União de Freguesias de S. João de Souto e S. Lázaro

MEDIA PARTNERS

RTP

Porto Canal

Antena 2

Diário do Minho

Correio do Minho

Rádio Universitária - RUM

APOIOS

Universidade Católica Portuguesa - Braga

Universidade do Minho

Turismo do Porto e Norte

Museu de Música Mecânica

Museo Pio XII

Escola de Música Litúrgica São Frutuoso

Paróquia de São Lázaro

Basílica dos Congregados

Profitecla - escola profissional

OrganoLusa

PureSound

Pitães - Vídeo e Som Profissionais

© 2018 Festival de Órgão de Braga - todos os direitos reservados

VISITAS

As teclas e os teclados

 

 

Num ano em que se celebra o nascimento e a obra de um grande mestre, Beethoven, partimos para uma nova descoberta no mundo da Música, desta feita com o tema “As teclas e os teclados”. Se é verdade que o Festival é consagrado ao instrumento rei por excelência, não tem ignorado que a música é um Universo e, como tal, um espaço infinito de possibilidades. São já sete anos a desafiar a criatividade de demonstrar que partindo do órgão se podem percorrer as mais variadas estéticas artística.

Porventura, pode-nos ser desconhecido que no reino dos instrumentos musicais existem vários em que a arte e a inspiração humana passa para a forma de som por um teclado, por um conjunto de teclas. Teclados que, ao longo de mais de dois milénios, foram utilizados por génios criadores para construir novos instrumentos e, por inspirados compositores, para desenhar linhas de harmonia. Uns mais conhecidos, como o Piano e o Cravo, outros porventura menos, como a Celesta, o Virginal ou o Clavicórdio. Alguns deles darão voz à sétima edição do Festival.

Com o mestre de Bona por companhia, que chegou a ser organista, era exímio tangedor de cravo e apaixonou-se pela expressividade do piano, partimos para mais uma viagem ao mundo da Música.

Dê-nos a honra da sua companhia!

José Rodrigues
diretor artístico

 

Cartaz 2019

PRÉMIO INTERNACIONAL DE

COMPOSIÇÃO PEDRO DE ARAÚJO

REGULAMENTO